Bryan Danielson: “Posso sentir que meu fim está chegando”

Danielson acredita que tem apenas mais um ano atuando semanalmente

Bryan Danielson compartilhou seus pensamentos mais recentes sobre o Continental Classic Tournament da AEW e sua próxima luta contra Claudio Castagnoli. Bryan Danielson recentemente derrotou Brody King. Após sua vitória, Danielson foi entrevistado.

Desta vez, em vez de ser pego meditando, Bryan foi flagrado sendo repreendido pelo Dr. Michael Sampson da AEW. Danielson falou sobre o que ele espera ouvir de sua família após esta luta, como ele se sente sobre o fim de sua carreira estar no horizonte, e sua luta na próxima semana contra seu companheiro de equipe do Blackpool Combat Club, Claudio Castagnoli.

“Normalmente vocês me pegam enquanto estou meditando, mas eu não estava meditando porque estava sendo repreendido pelo Dr. Sampson”, disse ele. “Eu sei que quando eu voltar para o vestiário, vou ser repreendido pela minha esposa. Quando eu chegar em casa amanhã, minha filha vai me ver e chorar. Meu filho, ele vai dizer, ‘Argh! Matey!’ e depois tentar me acertar no olho, mas eu sei o que está por vir. Minha esposa vai me perguntar, ‘Por quê?’

“A resposta também é uma pergunta”, ele continuou. “‘O que você vai fazer com esta única e preciosa vida?’ Para mim, vou lutar. Isso é o que me traz alegria. Isso é o que me faz sentir vivo e eu tenho isso por menos de um ano agora. Eu posso sentir o fim chegando, mas o fim ainda não chegou. Eu ainda estou no jogo. Eu ainda tenho uma chance de chegar às semifinais do Continental Classic. Você sabe quanto tempo eu quis estar em um torneio como este? Com esses homens, alguém como Brody King, indo atrás de mim sabendo que estou machucado e indo atrás de mim com tudo o que ele tem. Você sabe o quanto eu amo isso? Pode doer, mas eu amo isso.”

ABRIR COMENTÁRIOS