CM Punk estaria por trás do encerramento do sistema de ranking da AEW

Durante sua passagem pela All Elite Wrestling (AEW) de agosto de 2021 a setembro de 2023, CM Punk exerceu uma influência considerável nos bastidores, afetando diretamente aspectos cruciais da empresa, incluindo o sistema de rankings da AEW. Originalmente, essas classificações foram implementadas no início da promoção em 2019, com o objetivo de estabelecer os principais desafiantes para o título Mundial, Feminino e de Duplas da AEW. Essa estrutura visava fortalecer a apresentação do produto como baseado em competições esportivas​​​​.

No entanto, à medida que 2022 progredia, as classificações deixaram de ser atualizadas e, eventualmente, foram completamente descartadas pela empresa. Isso gerou controvérsias, uma vez que nem todas as vitórias eram consideradas igualmente e nem todos os principais desafiantes acabavam competindo por títulos​​.

Bryan Alvarez, durante o programa Bryan & Vinny Show, revelou que foi Punk quem convenceu Tony Khan, o CEO da AEW, a abandonar o sistema de classificações. “Essas malditas classificações. Sabe de quem foi a ideia de se livrar delas? Fui informado que foi CM Punk. Ele convenceu Tony a se livrar das classificações”, relatou Alvarez​​​​​​​​.

ABRIR COMENTÁRIOS