WWE teria interferido nos contratos de Swerve Strickland e William Regal da AEW

Foi informado que a tentou interferir nos contratos de dois talentos sob contrato com a All Elite Wrestling (). Segundo informações, a WWE fez contato com e , ambos ligados contratualmente à AEW na época.

, proprietário, CEO e gerente geral da AEW, revelou que a WWE tentou interferir nos contratos enquanto ele estava lidando com problemas de saúde de sua mãe. Khan mencionou que isso fez com que os negócios se tornassem “pessoais” para ele.

No podcast Fightful Select, Sean Ross Sapp detalhou as alegadas tentativas de interferência. Ele mencionou que a WWE tentou trazer de volta Strickland, que foi parte do grupo e era conhecido como Isaiah “Swerve” Scott na WWE antes de sua saída em novembro de 2021. Strickland, após ser contatado, aparentemente encaminhou a WWE para seu advogado.

Em relação a William Regal, que esteve na WWE de 1998 até janeiro de 2022 e depois assinou com a AEW em março de 2022, foi relatado que a WWE tentou falar com ele durante o período de hospitalização da mãe de Khan. Posteriormente, Regal pediu para ser liberado de seu contrato com a AEW em dezembro de 2022 e retornou à WWE em janeiro de 2023 em um papel nos bastidores.

A interferência alegada nos contratos poderia ter implicações legais e levanta questões sobre a conduta profissional entre as organizações de wrestling.