D-Von Dudley queria formar dupla com Apollo Crews

D-Von Dudley não luta desde 2016, trabalhando em sua última luta na WWE no SummerSlam 2016, quando se juntou a Bubba Ray para enfrentar Neville e Sami Zayn.

D-Von fez a transição para o papel de produtor na WWE depois de se aposentar, mas ele acreditava que ainda tinha algum gás no tanque e esperava ajudar Apollo Crews antes de desistir do ringue.

“Eu queria trabalhar com Apollo”, disse D-Von a JOFO In The Ring. “Bubba seguiu o seu caminho e eu fiquei com a WWE. Não estava pronto para me tornar um produtor. Ainda queria lutar. Quando me disseram ‘não’ e eles me queriam como produtor, não como talento, aceitei o trabalho. Estava ouvindo certos rumores de que Apollo precisava intensificar e dar tudo de si e dar-lhe aquele pequeno empurrão. Lembro-me de que me ofereci. ‘Deixe-me trabalhar com Apollo e ajudá-lo’. Fiz a mesma coisa com Batista e tantos outros caras ao longo dos anos. Achei que seria uma ótima coisa a fazer. Disseram-me ‘não’. Eles o colocaram com Titus O’Neil e Titus Worldwide. A oportunidade se foi e eu pensei, ‘Droga’. Acho que eu e Apollo poderíamos ter feito grandes coisas, mas eles disseram ‘não’.”

Apollo oscilou no main roster até 2020, quando ganhou o United States Title no Raw. Mais recentemente, ele obteve sucesso no SmackDown ao adotar uma gimmick nigeriana, conquistando o Intercontinental Championship na WrestleMania 37.

ABRIR COMENTÁRIOS