AEW Collision (03/02/2024) – Cobertura e resultados!

Na noite deste sábado, a AEW e a TNT realizarão mais um episódio do AEW Collision, diretamente da Bert Ogden Arena em Edinburg, Texas.

O destaque da noite fica por conta de uma luta entre o AEW TNT Champion Christian Cage e The Patriarchy contra FTR e Daniel Garcia. Veja os demais tópicos destacados abaixo:

  • Bryan Danielson colidirá contra Hechicero da CMLL;
  • Bryan Keith enfrentará Eddie Kingston;

Horários:

  • Brasil – 22h (horário de Brasília)
  • Portugal – 02h (horário de Lisboa)

Cobertura:

It’s Saturday… you know what that means.

Temos os créditos de abertura, a pirotecnia de abertura, e Bryan Keith já está no ringue.

Proving Ground Match: AEW Continental Champion Eddie Kingston vs. Bryan Keith

  • Kingston venceu com um “Backfist to the Future”.

Tony Schiavone entra no ringue e tenta falar com Eddie, mas Eddie está exausto e diz para falar com Bryan Keith. Schiavone diz que a partir desta noite, Bryan Keith é All Elite. Eddie aperta sua mão em uma demonstração de respeito… quando a música tema de Bryan Danielson toca. Danielson aparece. Ele ignora Eddie completamente novamente e levanta o braço de Bryan Keith.

Depois do Dynamite na última quarta-feira, Jon Moxley diz que o ataque dos caras da CMLL o lembra de uma noite ruim em Laredo, Texas. CMLL… os maiores luchadores do mundo. BCC, eles estudam a história do pro-wrestling, têm respeito pelo esporte, respeito pelo ofício, pela arte. Eles não têm razão para não mostrar respeito aos luchadores, à CMLL, à herança da lucha libre. Mas eles entraram na casa dele e o atacaram. Mox nem está bravo, mas esse comportamento deve ser pago. Esta é a All Elite Wrestling, e o BCC é a elite da elite. Aparecer no quintal dele? É melhor que eles esperem e rezem para que o BCC não apareça no deles.

Singles Match: Bryan Danielson vs. Hechicero

  • Danielson venceu com um “Victory Roll”.

Hechicero ataca Danielson imediatamente após o fim da luta, mas aí vem Claudio Castagnoli para afugentá-lo.

Lexy Nair está nos bastidores com FTR e Daniel Garcia, refletindo sobre a grande vitória da semana passada, e se pergunta se o trio permanecerá vivo. Garcia acha que talvez eles devessem comprar roupas iguais? Ele está feliz por tê-los ao seu lado. Cash gosta disso, gosta de ter esse cara no time. Dax diz que os rankings estão de volta e eles chegaram ao ranking de trios. Estão iniciando um novo capítulo com foco nos Trios Titles, e isso começa esta noite.

2-1 Handicap Match: FTW Champion HOOK vs. The Outrunners (Turbo Floyd e Truth Magnum)

  • HOOK venceu com um “Red Rum” em Floyd.

De volta do intervalo, Tony Schiavone está no ringue para apresentar Mark Briscoe. Briscoe vai até o ringue e Tony pergunta a ele sobre a semana passada e como esteve lá para ajudar FTR e Daniel Garcia. Briscoe diz que costumava assistir Tony Schiavone no sábado à noite conversando com Dusty Rhodes, Ric Flair, então é bom para ele estar lá com Tony esta noite.

Briscoe diz que ajudou FTR e Garcia, enquanto eles lutavam por seus amigos e familiares. Ele deu 5 passos até o palco e foi pisoteado pela House of Black. HoB o deixou como morto, mas Briscoe voltou e se manteve de pé no final do episódio da semana passada. É assim que eles fazem: derrubando-os, eles se levantam imediatamente. Briscoe teve o ano mais difícil de sua vida e, depois de 20 anos sendo metade da melhor dupla do planeta, ele se encontra sozinho. Derrube-o, ele se levanta, atire nele, é melhor matá-lo. Ele lutará até não poder mais lutar e então lutará mais um pouco.

As luzes se apagam e a House of Black aparece na tela. Black diz que isso é muito emocionante. Ele adora truques de mágica, especialmente quando os mágicos fazem as pessoas desaparecerem. É isso que eles farão – farão Mark Briscoe desaparecer sem mais nem menos. Black estala os dedos e as luzes voltam. Briscoe ainda está no ringue, mas Black diz que é fácil assim, eles estão na cabeça dele.

Vamos a um pacote de vídeos sobre Adam Copeland e o Cope Open. Copeland estará em Las Vegas na próxima semana no Collision.

Singles Match: Serena Deeb vs. Queen Aminata

  • Deeb venceu com um “Serenity Lock”.

Tony Schiavone apresenta o primeiro colocado no ranking masculino, Swerve Strickland, acompanhado por Prince Nana. Schiavone afirma que nesta quarta-feira é a terceira luta entre “Hangman” Adam Page e Swerve Strickland, com o vencedor enfrentando Samoa Joe no Revolution pelo título mundial. Strickland diz que é o Mês da História Negra e ele é nobre o suficiente para reconhecer todas as pessoas que abriram caminho para ele. Ron Simmons, Kofi Kingston e, mais perto de casa, a ROH Women’s Champion Athena. Em breve eles adicionarão outro nome a essa lista. Swerve tem a oportunidade de se tornar AEW World Champion. Ele admite que não foi santo, mas teve que fazer aquelas coisas repreensíveis para chegar a este ponto.

Schiavone questiona o que dizer da afirmação de Page de que Swerve não pode vencê-lo sem a Mogul Embassy. Nana tenta interromper, mas Swerve o interrompe. Swerve diz que Page é um homem que está no seu caminho. Page deixou cicatrizes em seu corpo, derramou seu sangue… mas Swerve o derrotou duas vezes. Ele pode deixar Page para trás de uma vez por todas, e Swerve se tornará História Negra. Ele seguirá para o Revolution e se tornará campeão. Nana diz que eles estarão ali ao lado do patrão. Swerve diz que a Mogul Embassy é uma família e um negócio, mas Swerve diz que não quer interferências na próxima semana. Ele não quer mais desculpas, Page. Ele o verá na quarta-feira.

Toni Storm se dirige a Deonna Purrazzo. Mariah May quer saber se Storm assistiu a luta dela na semana passada… mas Storm diz que se você viu uma luta feminina, você viu todas. Storm quer mostrar ao mundo o quão técnica ela pode ser.

Singles Match: Red Velvet vs. Vertvixen

  • Velvet venceu com um “Stir It Up”.

Trios Match: FTgaRcia (Daniel Garcia, Dax Harwood e Cash Wheeler) (c/ Matt Menard) vs. The Patriarchy (AEW TNT Champion Christian Cage, Killswitch e Nick Wayne) (c/ Mother Wayne)

  • O trio de Garcia venceu com um “Jackknife Pin” em Wayne.

Garcia encara Christian Cage e mostra estar de olho no AEW TNT Championship.

Fim de show!

ABRIR COMENTÁRIOS