AEW Dynamite (29/05/2024) – Cobertura e resultados!

Na noite desta quarta-feira a TBS transmitirá mais um episódio ao vivo do AEW Dynamite, direto do KIA Forum em Los Angeles, na California.

Um dos principais destaques da noite será a luta entre Swerve Strickland e Killswitch, sem o AEW World Championship em jogo. Veja os demais tópicos anunciados abaixo:

  • Os Young Bucks definirão o futuro do AEW TNT Championship após a lesão de Adam Copeland;
  • Jon Moxley enfrentará Rocky Romero em uma Eliminator Match pelo IWGP World Heavyweight Championship;
  • Será realizada uma Casino Gauntle Match, onde, o vencedor disputará o AEW World Championship no Forbidden Door;
  • Mercedes Moné irá comemorar a conquista do AEW TBS Championship;
  • Kris Statlander e Stokely Hathaway explicarão o ataque sobre Willow Nightingale no AEW Double or Nothing;
  • Chris Jericho apresentará a primeira edição do TV Time;

Horários:

  • Brasil – 21h (Horário de Brasília)
  • Portugal 23h (Horário de Lisboa)

Cobertura:

Os locutores dão boas vindas ao espectadores e presentes no local. Mercedes Mone logo faz sua entrada.

Mercedes Mone comemora a conquista do TBS Championship, cumprimentando Los Angeles como a nova “CEO e a nova cara da TBS” e perguntando ao público se ela valeu a pena a espera. Relembrando sua frase “Mone muda tudo”, ela afirma ter cumprido a promessa no Double or Nothing, celebrando não só os cinco anos da AEW, mas também seu retorno aos ringues. Mone se orgulha do combate que teve com Willow Nightingale pelo título, mas critica a ex-campeã por ser “boazinha demais”. Ela sugere que poderia ter avisado Nightingale sobre a traição de Kris Statlander e Stokely Hathaway, e deseja que ela retorne para se vingar. Mone reconhece que o título a coloca na mira de outras lutadoras, mas se diz preparada para o AEW x NJPW Forbidden Door, que acontece em quatro semanas.

Nesse momento, Skye Blue aparece no telão e exibe um vídeo do ataque que Mone sofreu semanas atrás. Blue assume a autoria do ataque e, apesar de considerá-lo um de seus melhores trabalhos, afirma que está apenas começando. Mone desafia Blue a ir até o ringue, mas é surpreendida por ela, que surge do meio da plateia e a derruba por trás. Blue pressiona o joelho na garganta de Mone enquanto ergue o o TBS Championship, a provocando antes de sair.

Em seguida, vemos a The Elite chegando ao Kia Forum, antes de um vídeo com os melhores momentos do Double or Nothing.

De volta ao ringue, Swerve Strickland e Prince Nana entram, seguidos por Killswitch.

Singles Match: Swerve Strickland (c/ Prince Nana) vs. Killswitch
– Swerve venceu com um ‘House Call’.

Após a luta, Strickland pega uma tesoura e corta a trança de Killswitch.

De volta do intervalo, Tony Schiavone anuncia que Tony Khan oficializou uma luta pelo TBS Championship entre Mercedes Moné e Skye Blue para mais tarde hoje.

Em seguida, vamos para os bastidores com Jon Moxley, que envia uma mensagem para Rocky Romero antes da luta IWGP World Heavyweight Championship Eliminator que acontecerá mais tarde hoje.

De volta ao ringue, Big Bill está esperando.

Bill dá as boas-vindas aos fãs à estreia do “TV Time With The Learning Tree Chris Jericho” e, em seguida, apresenta Chris Jericho. Jericho então caminha até o ringue. Jericho pergunta quem quer mais tempo na TV e diz que ele quer, depois convida Bill para continuar a apresentá-lo. Bill diz que, se há uma coisa que Jericho sempre lhe ensinou, é que as folhas que crescem no outono voltam mais brilhantes e fortes do que nunca. Jericho agradece aos fãs por tornarem a nova camiseta da Learning Tree University a número 1 na loja de mercadorias da AEW e agradece pelo apoio. Ele diz que, se a adversidade é um sorvete, então sempre colocamos uma cereja por cima. Jericho comenta que muitos são chamados, mas poucos são escolhidos, e que apenas alguns conseguem realmente enfrentar os desafios. Então, ele apresenta Bryan Keith.

A música de Keith toca, e ele caminha até o ringue. Jericho convida a plateia a aplaudir Keith e pergunta o que o fez querer entrar no “vórtice de Jericho”. Keith diz que percebe uma falta de respeito por Jericho na AEW e que não acredita que mais pessoas não aproveitaram a oportunidade de estar sob a “Learning Tree”. Ele diz que os fãs têm sorte de respirar o mesmo ar que Jericho, e Jericho conclui que a lição aqui é que, se você quer algo, deve ir atrás. Ele diz que Keith é bem-vindo para crescer sob a “Learning Tree” enquanto quiser.

A música de HOOK toca, e ele marcha até o ringue. A segurança tenta parar HOOK, mas ele os derruba. A música de Samoa Joe toca, e ele aparece na rampa. Ele encara HOOK e sussurra algo em seu ouvido, depois vai embora com HOOK.

Em seguida, vamos para um vídeo que destaca Stephanie Vaquer.

De volta ao ringue, Jon Moxley faz sua entrada. Rocky Romero vem logo em seguida.

IWGP World Heavyweight Championship Eliminator Match: Jon Moxley (c) vs. Rocky Romero
– Moxley venceu com um ‘Death Rider’.

Vamos para os bastidores e vemos Renee Paquette conversando com Samoa Joe e HOOK. Joe envia uma mensagem enigmática para Chris Jericho, Big Bill e Bryan Keith.

De volta do intervalo, Don Callis se dirige ao ringue com um contrato em mãos.

Don Callis revela que tem algo importante para os fãs. Ele diz que o contrato em suas mãos para trabalhar com a The Don Callis Family é mais valioso que ouro e diamantes. Callis comenta que um dos maiores prazeres de sua vida foi descobrir um talento como Orange Cassidy e que, quando olha para Cassidy, vê a si mesmo.

A música de Cassidy toca e ele vai até o ringue. Callis diz que este é um momento que todos esperavam. Ele coloca a mão no bolso e declara que Cassidy é um artista icônico na indústria do Pro Wrestling, uma estrela onde quer que vá. Callis diz que Cassidy fez algumas escolhas ruins, mas é um prazer recebê-lo na The Don Callis Family com o contrato que tem em mãos. Ele afirma que já preencheu o contrato.

Cassidy pega o contrato de Callis e o rasga lentamente, deixando os pedaços caírem aos pés de Callis. Ele rejeita a oferta e tenta sair. Callis segura Cassidy e diz que ninguém diz não a ele. Stokely Hathaway e Kris Statlander chegam ao ringue. Hathaway diz a Cassidy que não gosta dele e o compara a Willow Nightingale, afirmando que a única razão de estar ali é por causa de Statlander. Statlander então anuncia que seu melhor amigo aceita a oferta de Callis para entrar na The Don Callis Family.

Trent Beretta aparece no ringue e surpreende Cassidy. Ele abraça Callis e assina o contrato. Callis e Beretta deixam o ringue após atacar Cassidy.

Nos bastidores, Renee Paquette está com “Daddy Magic” Matt Menard e Daniel Garcia. Garcia avisa Will Ospreay que está vindo atrás do International Championship.

De volta ao ringue, Mercedes Mone faz sua entrada, seguida por Skye Blue.

TBS Championship Match: Mercedes Mone (c) vs. Skye Blue
– Moné venceu com o ‘Mone Maker’.

A música de Stephanie Vaquer toca e ela caminha até o ringue. Ela ergue o NJPW Strong Women’s Championship e encara Mercedes Moné, que levanta o TBS Championship.

Nos bastidores, Renee Paquette está em frente à sala dos treinadores. Kris Statlander e Stokely Hathaway interrompem e falam sobre Willow Nightingale. Hathaway critica Nightingale, dizendo que ela foi uma péssima amiga para Statlander, atrapalhando sua reconquista do TBS Championship. Statlander pega o microfone e declara que está cansada de ser a guarda-costas de todos. Ela avisa a divisão feminina que todas precisarão de proteção contra ela.

De volta do intervalo, vemos um vídeo de MJF surpreendendo Adam Cole no Double or Nothing em seu retorno à AEW. Em seguida, assistimos a outro vídeo destacando MJF.

A The Elite faz sua entrada. Os fãs vaiam a The Elite, e Kazuchika Okada pede silêncio. Jack Perry declara que a The Elite controla a AEW e diz que Kenny Omega e Tony Khan montaram seu time dos sonhos para a Anarchy In The Arena. Ele afirma que, apesar dos esforços da AEW, a The Elite saiu vitorioso porque ele derrotou Bryan Danielson. Nicholas Jackson comenta que foi uma semana fantástica para a The Elite e promove os tênis Reebok dos Young Bucks. Ele então diz que têm um presente para Okada e aponta para o telão, onde alguém chega dirigindo um carro esportivo.

Okada pergunta se isso é um sonho, começa a chorar e agradece ao resto da The Elite. Matthew Jackson pega o microfone e fala sobre o TNT Championship. Ele pede desculpas a Adam Copeland por dizer que ele deveria “quebrar a perna” antes de sua Barbed Wire Steel Cage Match no domingo e deseja uma boa recuperação. Ele então retira o TNT Championship de Copeland e entrega o título a Jack Perry.

Christopher Daniels interrompe, dizendo que, embora a The Elite tenha tentado demiti-lo, ele é o Vice-Presidente Executivo Interino. Daniels afirma que qualquer anúncio dele vem diretamente de Tony Khan e que o TNT Championship não será entregue assim. Ele diz a Perry que, se quiser se tornar o TNT Champion, terá que conquistar o título. Daniels anuncia uma série de lutas qualificatórias, com todos os managers e associados banidos do ringue. Os vencedores dessas lutas competirão em uma Ladder Match pelo TNT Championship no AEW x NJPW Forbidden Door, com a primeira luta ocorrendo no Friday Night Dynamite.

A The Elite se prepara para atacar Daniels, mas a música da The Acclaimed toca, e eles aparecem no ringue junto com Billy Gunn para equilibrar as coisas.

AEW World Championship Casino Gauntlet Match: PAC vs. Jay White vs. Místico vs. Will Ospreay vs. Shota vs. Claudio Castagnoli vs. Lio Rush vs. Orange Cassidy vs. Hechicero
– Osprey aplicou um ‘OsCutter’ e venceu o combate.

Com a vitória, Will Ospreay enfrentará Swerve Strickland no AEW Forbidden Door.

Após o combate, Swerve vem ao ringue e fica cara a cara com Ospreay, para encerrar o Dynamite desta semana.

Fim do show!

ABRIR COMENTÁRIOS