Kenny Omega estaria “odiando” trabalhar com a Yuke’s no AEW: Fight Forever

O primeiro jogo para consoles da AEW, o AEW: Fight Forever, está programado para ser lançado em setembro de 2022 e deve apresentar cerca de 50 lutadores.

Um relatório surgiu da Fightful Select (assinatura necessária) de que o roster do jogo está definido para apresentar ‘omissões infelizes e notáveis’, e não é aí que os rumores sobre o jogo terminam.

A Sports Gamers Online está relatando que a relação entre a AEW Games e a Yuke’s, especificamente Kenny Omega, não tem sido positiva, com Omega supostamente se sentindo frustrado e ‘odiando’ trabalhar com a Yuke’s, com uma pessoa alegando que às vezes parece que a Yuke’s estava tentando ‘aproveitar’ a inexperiência de Omega nesta posição.

Houve vários argumentos sobre a direção do jogo, bem como restrições no desenvolvimento. O jogo supostamente teve vários problemas de orçamento que levaram a uma série de recursos do jogo sendo menores do que o planejado originalmente ou cortados completamente.

As restrições levaram ao tamanho do roster de 50 lutadores, que é menor do que o planejado originalmente, mas a AEW quer aumentar a quantidade via DLC após o lançamento, pois o jogo não está sendo feito para um lançamento anual. No entanto, antes de se comprometer com um plano de DLC completo, a Yuke’s está pressionando por um acordo de longo prazo para o desenvolvimento futuro de jogos, o que não é algo com o qual a AEW esteja pronta para se comprometer.

Devido à forma como as coisas aconteceram durante o desenvolvimento, há pessoas em ambas as partes acreditando que este pode ser um acordo único e rápido entre AEW e Yuke’s, com um dizendo:

“Pode ser consertado, mas se resume ao desejo. Se nenhum dos lados quiser continuar, a AEW procurará um novo parceiro”.

“A Yuke quase certamente assinará e está até pressionando, mas a AEW está nervosa com qualquer acordo de longo prazo depois disso”.

ABRIR COMENTÁRIOS