9 motivos que mostram que a WWE não é mais para todo mundo

Os dias de Stone Cold Steve Austin causando estragos na WWE ajudaram a transformar a empresa de Vince McMahon na gigante que ela é hoje. No entanto, à medida que os tempos mudaram, e o foco na necessidade de agradar uma base de fãs adolescentes e apaixonados mudou para tentar produzir um produto familiar mais digerível, a atitude e muitos outros elementos intrigantes que uma vez fizeram da WWE o nome mais comentado mundialmente, sumiram por completo.

1. A era ThunderDome continua, de certa forma

Com o sucesso do ThunderDome, a WWE de forma permanente edita em tempo real a “reações dos fãs”. Um momento recente foi um alto pop para Ronda Rousey onde os fãs nem “mexiam a cabeça”.

O fim do NXT

A guerra entre WWE e AEW, a derrota e o fim do NXT original, trouxe de volta como nunca o “entretenimento esportivo”. A chegada do NXT 2.0 selou a morte do Pro Wrestling estilo “indie” como estávamos acostumados na marca “black and gold”.

Obsessão

Vince está obcecado em vender conteúdo sexual para a demo mais jovem e, apesar de toda essa situação sexual flagrante ao longo de semanas, principalmente no NXT, ainda não há nenhum sinal real de que a demo mais jovem esteja caindo na estratégia de Vince.

Planos mudam do nada

Não há absolutamente nenhuma garantia de que a WWE manterá sua própria continuidade, podendo cancelar planos de uma hora para outra. O fato mais recente aconteceu envolvendo a Judgment Day.

A era do CGI

Confiando cada vez mais na magia digital para cativar e inspirar seu público-alvo, se acabaram os dias em que a WWE se esforçava para construir stages elaboradas. Hoje em dia vemos na TV uma pureza de CGI em todas as entradas.

Tudo sobre a marca

Hoje em dia é tudo sobre vender o nome da WWE de alguma forma, deixando de lado o crescimento genuíno de novas estrelas. Não há mais liberdade em promos, sendo do início ao fim totalmente roteirizado.

WWE vive de momentos

A WWE é uma empresa de momentos: Não precisamos ir muito longe para notar que os vencedores do Money in the Bank do ano passado tiveram seus momentos épicos com o cash-in, para serem logo esquecidos depois.

Não existem mais “combates dos sonhos”

Não existem mais “Dream Matches”: O que torna o conceito de um combate dos sonhos ser tão tentador é a ideia de ser novo. Com a falta de originalidade e vários combates repetidos em shows comuns, poucos se sentem atraídos na “hora H”

Controvérsias reais como parte da programação

A WWE nos últimos anos tem tido um grande problema que é separar seu produto dos acontecimentos reais. Isso vai desde a aparição de Vince McMahon de forma aleatória devido as investigações, à Sasha Banks e Naomi serem suspensas “por nada” no tocante a storylines.

Fonte: Whatculture

ABRIR COMENTÁRIOS