Asuka afirma que a empresa STARDOM foi criada para derrotá-la

Asuka afirma que a empresa STARDOM foi criada para derrotá-la

envia uma mensagem para seus críticos.

Antes de assinar com a , Asuka era uma das melhores lutadoras do Japão. Ela teve uma jornada de sucesso na Pro Wrestling Wave, entre outras empresas. Durante seu tempo na WWE, ela se tornou um das lutadoras mais vencedoras da empresa, conquistando diversos títulos.

Em uma série de tweets, Asuka compartilhou seus pensamentos. A série de postagens começou quando ela respondeu a um fã (que desde então deletou seu tweet) e observou que parte da mídia japonesa ainda a odeia porque ela não os lisonjeava.

“Não bajulo ninguém. Mesmo no Japão, a mídia me odeia porque não bajulo a mídia. No Japão, todo mundo estava flertando com a mídia, menos eu. Lutei contra a mídia sozinha para cuidar dos meus fãs. Isso é por que alguns meios de comunicação japoneses ainda me odeiam. É por isso que sempre fui freelancer. E todos no Japão sabem que sou anti-Joshi Pro. Sempre”, disse Asuka.

Em outro tweet, Asuka afirmou que a foi criada para derrotá-la e destruí-la pessoalmente. Ela escreveu que eles falharam e ela não sabe o que aconteceu com eles porque ela veio para a América.

“O ex-editor-chefe da Pro Wrestling Weekly já fez isso várias vezes. Ou seja, a STARDOM é uma organização que foi criada para me derrotar. É uma organização que foi criada para me destruir pessoalmente. Mas eles falharam em me derrotar. Não sei o que aconteceu com eles depois disso porque vim para a América”, escreveu ela.

Asuka continuou afirmando que a mídia não poderia derrubá-la quando ela veio para a América, embora eles devessem querer que ela falhasse. Ela escreveu que tem lutado contra seus críticos desde seus dias no Japão, mas agora ela tem companheiros. Asuka nomeou especificamente , e .

“A mídia não conseguiu me derrubar quando vim para a América. Eles devem ter realmente desejado que eu fracassasse. Estou acostumada a isso porque tenho lutado contra meus críticos sozinha desde meus dias no Japão. Mas agora que estou aqui, Tenho camaradas de guerra. Charlotte, Becky, HHH e… Eu caminhei sozinha no deserto toda a minha vida, e aqui tenho um oásis. Para os haters, eu digo, batam em mim na Internet o quanto quiserem. Eu aceito tudo”, escreveu Asuka.

A ex-campeã então lembrou como um veículo de informação questionou sua conquista do título. Ela enfatizou que sempre lutou contra a mídia sozinha.

“Quando me tornei campeã, um meio de comunicação perguntou aos fãs de luta livre: “Você acha que é bom o suficiente ela ser campeã? “Você acha que ela merece ser campeã?” Me compararam com outras pessoas. Vocês acha que minhas habilidades são inferiores? Vocês pode acreditar nisso? Eu sempre lutei contra a mídia sozinha”, disse Asuka.