Damian Priest e Drew McIntyre se confrontam pela primeira vez após luta ser confirmada para o WWE Clash at the Castle

A edição desta semana do Monday Night RAW foi marcada pela celebração de GUNTHER como o novo King of the Ring. Ludwig Kaiser fez as honras da introdução, destacando a conquista de GUNTHER. Durante a celebração, no entanto, uma controvérsia foi levantada pela equipe de comentaristas sobre a decisão do árbitro na vitória de GUNTHER, que foi finalizada apesar de Randy Orton ter o ombro levantado durante o pin. Triple H reiterou que a decisão do árbitro é definitiva.

O momento de GUNTHER foi interrompido pelo atual World Heavyweight Champion, Damian Priest. GUNTHER aproveitou para desafiar Priest, caso ele mantenha o título até o SummerSlam, afirmando que tiraria o título dele.

A discussão entre GUNTHER e Priest foi abruptamente interrompida por Drew McIntyre. O público, ao ver McIntyre, começou a entoar cânticos de ‘CM Punk!’, o que levou McIntyre a comentar que o mais interessante sobre os seis meses de Punk na WWE foi, de fato, ele próprio, McIntyre. Ele então voltou sua atenção para Priest, criticando a liderança deste no Judgment Day sem Rhea Ripley.

Os ânimos se acirraram quando McIntyre aproveitou para destacar sua vantagem ao lutar em sua terra natal, Escócia, e aconselhou Priest a observar como os fãs da WWE conseguiram abalar mentalmente Roman Reigns no evento de 2022 no País de Gales.

Enquanto GUNTHER tem seu desafio pelo World Heavyweight Championship marcado para o SummerSlam, enfrentando possivelmente Priest ou McIntyre, a troca de provocações entre Priest e McIntyre foi interrompida por Braun Strowman, levando McIntyre a simplesmente deixar o ringue.

ABRIR COMENTÁRIOS