Escritório de advocacia cria site para conversar com vítimas de Vince McMahon

vince mcmahon

Novas informações surgiram em relação às alegações de abuso sexual contra , fundador da . A empresa Pintas & Mullins, especializada em casos de abuso sexual, está buscando contato com pessoas que sofreram abuso por parte de McMahon ou de qualquer pessoa associada à WWE ou .

A empresa criou um site para divulgar informações sobre o caso e para que vítimas possam entrar em contato. O site descreve as alegações contra McMahon como “profundamente perturbadoras” e inclui detalhes sobre supostos incidentes de abuso sexual e assédio.

Esta não é a primeira vez que McMahon e a WWE enfrentam tais acusações. Em 1992, a ex-árbitra Rita Chatterton acusou McMahon de tê-la violentado em sua limousine. Em 2022, documentos e acordos de não divulgação foram descobertos, revelando pagamentos milionários para encobrir casos de má conduta sexual.

As alegações contra McMahon continuam a aumentar. Em janeiro, a ex-funcionária da WWE Janel Grant entrou com uma ação judicial contra a empresa, McMahon e , alegando abuso sexual e tráfico sexual. A ação também levantou questões sobre a cultura dentro da WWE e sobre outras alegações históricas contra McMahon e outros.

Relatos recentes indicam que Vince McMahon, , John Laurinaitis e outros estavam cientes de um suposto caso de estupro de Ashley Massaro durante uma turnê da WWE em 2006. Massaro posteriormente alegou que a empresa a instruiu a permanecer em silêncio, o que a WWE nega. No entanto, novas informações contradizem a versão oficial da empresa.

Um comunicado inédito de Massaro também foi divulgado recentemente, no qual ela alega que Vince McMahon “assediava sexualmente” as estrelas femininas e, se rejeitado, dava-lhes roteiros ruins para “destruir suas reputações”. Massaro afirma ter visto McMahon “se agarrando” com talentos femininas no vestiário, mas que ele inicialmente não lhe deu atenção. Isso mudou após um ensaio fotográfico de Massaro para a Playboy, quando McMahon tentou ficar sozinho com ela, algo que a deixou “extremamente desconfortável”.

O comunicado alega que McMahon era “conhecido por esse tipo de comportamento” e que o havia feito com outras ex-Divas da WWE.

A investigação sobre as alegações contra Vince McMahon e a WWE está em andamento.