Francine Fournier detalha saída da WWE

Em entrevista ao podcast Stories with Brisco & Bradshaw, Francine explicou por que decidiu sair da WWE. Contratada inicialmente para trabalhar com o grupo X-Factor, formado por X-Pac, Justin Credible e Albert, ela recusou ao perceber que seria usada apenas para lutas ao vivo no RAW contra os Hardys.

Em 2006, Francine assinou como manager, mas foi colocada em concursos de biquíni semanais. “Eu tinha 34 anos e não queria fazer isso”, disse. Após conversar com Vince McMahon e Johnny Ace, ela pediu sua liberação para voltar para casa.

Na ECW, Francine se destacou como manager, conquistando o público com seu carisma e habilidade.

“Em 2006, assinei porque me disseram que eu seria manager, mas me colocavam em concursos de biquíni todo fim de semana, e eu estava tipo: ‘Não quero fazer isso’. Eu tinha 34 anos, e tinha que fazer todas essas coisas de biquíni, e estava como: ‘Isso não é para o que assinei.’ Até disse a Vince: ‘Deixe-me fazer o finisher de Kevin Thorn!’ E ele disse: ‘Aqui não fazemos isso’. Perguntei: ‘Vocês não deixam as garotas lutarem aqui?’ E ele respondeu: ‘Bem, não vi a ECW, não sei nada sobre você’. Tudo o que fiz foi chorar para Johnny Ace (John Laurinaitis) e dizer: ‘Me libere, quero ir para casa'”.

ABRIR COMENTÁRIOS