Mariah May vence a Women’s Owen Hart Cup

Em um desfecho inesperado e dramático, Mariah May sagrou-se vencedora da Owen Hart Foundation Cup ao derrotar Willow Nightingale em um combate repleto de emoções e reviravoltas surpreendentes. Com essa vitória, May conquistou o direito de lutar pelo AEW Women’s World Championship no AEW All In, em Wembley.

O combate começou com ambas demonstrando habilidade e resistência. May conectou os primeiros golpes, colocando Willow contra as cordas. Willow respondeu com força, lançando May para fora do ringue e executando um espetacular “Cannonball”. De volta ao ringue, Willow prendeu May em uma submissão, mas esta alcançou as cordas para se libertar.

May contra-atacou com um “Hip Attack” e um “DDT”, obtendo uma contagem de dois. Willow mostrou resiliência, aplicando um “Spinebuster” e um “Fisherman Bomb”, resultando em contagens de dois. Em uma troca feroz pela posição, May executou um “German Suplex” e uma “Hurracarrana” do corner, mas não foi suficiente para garantir a vitória.

O caos se instaurou quando uma pessoa encapuzada apareceu para atacar Willow, enquanto Toni Storm discutia com o árbitro. Kris Statlander aproveitou a distração para atacar Willow e fugir com o encapuzado, Stokely Hathaway. Apesar de receber um “Knee Strike” de May, Willow continuou lutando, aplicando um “Cannonball” e carregando May. No entanto, May escapou e conseguiu a contagem final sobre Willow.

Após o combate, Toni Storm e Mariah May foram ao palco celebrar a vitória e erguer a taça do torneio. Surpreendentemente, May atacou brutalmente Storm com o título, golpeando-a selvagemente e ferindo seu rosto. A agressão não parou por aí, com May também atacando Luther, lançando-o da entrada em direção a mesas.

Storm ficou sangrando e chorando no chão enquanto May continuava seu ataque, removendo o sapato de Storm e golpeando-a na cabeça. Árbitros tentaram deter May, que respondeu atacando a árbitra Edwards. O show encerrou com May segurando Storm pelos cabelos, enquanto esta sangrava profusamente.

ABRIR COMENTÁRIOS