Mark Henry diz que Velveteen Dream merece uma segunda chance no pro-wrestling

Velveteen Dream iniciou 2024 com um vídeo de desculpas abordando múltiplos escândalos, expressando remorso e insinuando um possível retorno aos ringues. Recentemente, VDream fez sua primeira aparição nos ringues em anos, participando do show Dynasty em New York.

Durante uma sessão virtual organizada pela K & S WrestleFest com Mark Henry, surgiu o tema de se formar uma nova versão da Nation of Domination. Henry compartilhou suas escolhas, nomeando Powerhouse Hobbs como sua primeira escolha, seguido por Omos e Carmelo Hayes. No entanto, Henry expressou seu desejo de incluir membros que não fossem universalmente queridos, mencionando sua preferência por indivíduos como Bobby Lashley.

“A primeira escolha do draft seria Powerhouse Hobbs, depois a número dois, Omos, e em seguida, Carmelo Hayes. Por mais que eu goste de Trick Williams, acho que Trick é muito querido. Eu quero pessoas que não sejam populares. Eu quero Bobby Lashley. Eu quero pessoas que simplesmente não sejam gostadas.”

Henry continuou: “E meu curinga provavelmente seria Velveteen Dream, seria Patrick Clark. Acho que é hora de sua segunda chance. Muita gente no mundo do Pro Wrestling o ama. Estamos em uma cultura do cancelamento que se justifica como tal. Precisamos de uma cultura do cancelamento. Mas, em algum momento, você tem que ter graça e perdão e tem que ver se essa pessoa vai errar novamente, porque os habituais que caminham na linha, isso é exatamente o que são. Uma vez que tenham essa segunda chance e estejam fora, eu não vou mais apoiar você. Mas todo mundo precisa de sua segunda chance. Acho que essa seria minha nova nação.”

Henry reconheceu a controvérsia que envolve Clark e a importância de abordar as acusações na era da cultura do cancelamento, adicionando a necessidade de perdão. Ele destacou a importância de dar às pessoas uma segunda chance, desde que não repitam seus erros no futuro.

ABRIR COMENTÁRIOS