Possível futuro integrante da The Bloodline fala sobre a atual versão do grupo

Zilla Fatu, filho de Umaga e membro da família que compõe a The Bloodline, recentemente expressou suas opiniões sobre as mudanças recentes no grupo durante uma entrevista com MuscleManMalcolm. Desde que Roman Reigns foi destronado por Cody Rhodes na WrestleMania XL, o grupo tem visto uma nova liderança emergir com Solo Sikoa, enquanto Tama Tonga e Tonga Loa também se juntaram à equipe.

Fatu destacou a complexidade e o impacto da narrativa atual da The Bloodline na WWE, mencionando que a ausência de um título na disputa torna a história ainda mais intrigante. “Acho que é perigoso. Definitivamente abriu os olhos de muita gente porque, com a história do The Bloodline, existem muitas perspectivas, muitas opiniões, muitos pontos de vista. O que torna essa história tão bela e lendária é que não há um cinturão envolvido. Todos estão atrás daquele colar,” afirmou Fatu.

Além disso, ao ser questionado sobre a importância do colar tribal de Reigns, Fatu esclareceu que o acessório tem um valor significativo dentro da trama. “É muito importante. Todos querem ser o número um, todos acham que são o único, mas não são o Principal. Sabe o que eu digo? Só posso dizer para ficarem ligados,” concluiu Fatu.

A evolução da The Bloodline continua a ser um ponto central nas narrativas da WWE, com implicações que transcendem os combates e tocam em laços familiares e lealdades. A história promete mais desenvolvimentos à medida que os membros lutam não apenas entre si, mas contra outros desafiantes nos ringues da WWE.

ABRIR COMENTÁRIOS