Roman Reigns não queria o fim do The Shield

Roman Reigns não queria o fim do The Shield

falou sobre o desfecho do , um grupo que ele formou com e Dean Ambrose (também conhecido como ), destacando-se imediatamente após sua chegada ao elenco principal da no de 2012. O trio dominou a WWE até 2014, quando Rollins decidiu sair do grupo.

Em uma declaração no documentário “A&E Biography: WWE Legends“, Reigns expressou que não desejava o fim do The Shield e muito menos queria ser o “bom moço” da história. “Eu não queria que o The Shield se separasse, e com certeza não queria ser o cara bonzinho. Era exatamente isso que estava acontecendo. Eu estava em ascensão, jovem. Não era como se eu tivesse uma grande reserva financeira. Não tinha muitas opções para simplesmente dizer ‘Não, isso não me agrada. Isso não me faz sentir bem, ou eu não diria isso'. Era muito difícil recusar quando você não tem esse suporte financeiro, quando você não pode simplesmente se manter firme em sua arte e sua família depende de você. Seu sustento depende de você. Você tem que ser um bom soldado e fazer o que lhe é mandado”, ele disse.

Seth Rollins diz que os membros do The Shield não são mais “tão próximos”

Menos de um ano após a separação do The Shield, Reigns comandou a 31, o primeiro de seus quatro consecutivos combates principais na WrestleMania.

Reigns está programado para ser a principal atração nas duas noites da WrestleMania 40. Na primeira noite, ele fará equipe com para enfrentar e Seth Rollins. Na segunda noite, defenderá o Undisputed WWE Universal Championship contra Rhodes.