Sami Zayn fala sobre representar o Oriente Médio no King & Queen of the Ring

Sami Zayn manteve o WWE Intercontinental Championship no King & Queen of the Ring, em Jeddah, na Arábia Saudita, após vencer Bronson Reed e Chad Gable. Zayn, um canadense muçulmano de origem síria, não pôde participar de eventos anteriores na Arábia Saudita devido ao envolvimento do país na Guerra Civil Síria.

Em um vídeo publicado no X (antigo Twitter), Zayn expressou seu orgulho em conquistar a vitória diante de uma multidão muçulmana.

“É muito difícil colocar em palavras”, disse Zayn. “Apenas ‘orgulho’ é a palavra que me vem à mente… Eu entendo que não me apresento como ‘Senhor Homem Árabe’ todos os dias, e acho que muitas pessoas provavelmente nem sabem que sou árabe ou muçulmano. Não parece ser uma parte central do meu personagem, mas a verdade é que é uma parte central de quem eu sou. E quando venho para esta parte do mundo, há um pedaço de mim que se sente completo de uma forma que eu nem sabia que estava faltando. Poder vir aqui como campeão Intercontinental e representar meu povo, representar todas as pessoas do Oriente Médio, como um campeão, me deixa muito orgulhoso.”

Esta foi a terceira participação de Zayn em um evento na Arábia Saudita desde o início da parceria da WWE com o país. Sua primeira participação foi no Night of Champions, em 27 de maio de 2023, onde ele e Kevin Owens defenderam o Undisputed WWE Tag Team Championship contra The Bloodline. Antes do evento, Zayn fez uma peregrinação a Meca.

ABRIR COMENTÁRIOS