Seth Rollins: “Não me arrependo de ter acabado com o The Shield”

Em junho de 2014, o universo do wrestling testemunhou um momento marcante: Seth Rollins desferiu um ataque surpresa contra Roman Reigns e Dean Ambrose, seus companheiros de The Shield, grupo que atingiu patamares notáveis na WWE. Rollins relembrou esse episódio como um divisor de águas em sua trajetória.

Em um vídeo divulgado pela GQ Sports, onde Seth Rollins e Becky Lynch discutem itens essenciais em suas vidas, Rollins expressou sem arrependimentos sobre o fim da The Shield. Ele afirmou: “Para mim, a cadeira preta mudou a trajetória da minha carreira. Ataquei Roman Reigns e Dean Ambrose com uma cadeira preta quase uma década atrás, traindo meus melhores amigos em um momento muito ardiloso.”

Apesar da The Shield ter se reunido algumas vezes antes de Ambrose, agora conhecido como Jon Moxley, deixar a WWE em 2019, muitos fãs ainda lembram vividamente da separação inicial do grupo. Rollins, enfático, adicionou: “Não me arrependo de ter acabado com o The Shield. Se você quer fazer um omelete, tem que quebrar alguns ovos.”

Atualmente, Seth Rollins está se recuperando de uma lesão sofrida durante um combate pelo WWE World Heavyweight contra Jinder Mahal na edição de 15 de janeiro do WWE RAW.

Enquanto isso, Roman Reigns, ex-companheiro de Rollins na The Shield, está programado para defender o Undisputed WWE Universal Championship em uma Fatal Four Way Match contra Randy Orton, LA Knight e AJ Styles no Royal Rumble, em 27 de janeiro. Por outro lado, Dean Ambrose, agora conhecido como Jon Moxley, segue sua carreira na AEW como membro do Blackpool Combat Club.

ABRIR COMENTÁRIOS