WWE queria que ataque de Drew McIntyre sobre CM Punk fosse “extremo”

Drew McIntyre expressou um claro descontentamento em relação a CM Punk no último episódio do Friday Night SmackDown, atacando-o de forma brutal. A WWE dedicou um esforço considerável para desenvolver esse segmento durante o show, garantindo um impacto notável.

Na edição de 21 de junho do SmackDown, realizada em Chicago, Punk abriu o show comentando sobre sua recente derrota na luta pelo título mundial durante o WWE Clash at the Castle, na Escócia, terra natal de McIntyre. Ele também mencionou sua parceria com Cody Rhodes para enfrentar ameaças da The Bloodline.

Mais tarde, um segmento nos bastidores com a #DIY e Grayson Waller foi interrompido por um barulho surpreendente. A porta da garagem se abriu, revelando Punk caído e visivelmente machucado. McIntyre, que havia “deixado” a WWE no Monday Night RAW, retornou inesperadamente a Chicago para se vingar de Punk.

McIntyre arrastou um ensanguentado Punk até a área do ringue e o jogou com violência na rampa de entrada. Nick Aldis interveio rapidamente com seguranças para restabelecer a ordem, e Punk foi levado às pressas para o hospital em uma ambulância.

Segundo informações da Fightful Select, o segmento de agressão entre Punk e McIntyre foi ensaiado e planejado meticulosamente pela WWE, com esforços para que tudo ocorresse sem problemas.

Apesar do segmento, Punk foi visto deixando a arena dirigindo seu próprio veículo. Ainda não está claro quando Punk poderá retornar à televisão, já que pode precisar de um tempo para se “recuperar” após o ataque de McIntyre.

ABRIR COMENTÁRIOS