Seth Rollins sobre lutadores do UFC na WWE: “Não dá certo, eles não têm a resistência necessária”

seth rollins

recentemente abordou a possibilidade de lutadores do fazerem a transição para a , uma discussão que ganhou atenção com a WWE e o UFC operando sob a mesma empresa, o Grupo . Durante uma entrevista com Marc Raimondi da , Rollins foi questionado sobre sua visão a respeito dos lutadores do UFC entrando para o mundo do Pro Wrestling.

Rollins expressou ceticismo quanto à capacidade dos lutadores do UFC de se adaptarem às exigências do Pro Wrestling, citando a intensidade e frequência dos combates na WWE. “Não. Eles não têm a resistência necessária. Eles não lutam todos os fins de semana. Esse título vai a todos os lugares, como Biloxi. Os principais lutadores de lá são tratados de maneira especial. Isso é ótimo para eles, funciona para eles. Entendo que eles lutam talvez uma ou duas vezes por ano. Lutar mais de 100 vezes por ano, fazer todas essas viagens, ainda conseguir treinar e fazer toda a mídia, é uma indústria exaustiva,” explicou Rollins.

Ele reconheceu os esforços de , ex-lutadora do UFC que fez a transição para a WWE, destacando sua contribuição tanto para o Pro Wrestling quanto para o mundo das lutas em geral, mas também enfatizou as dificuldades que ela enfrentou. “Não quero desmerecer Ronda Rousey porque adoro Ronda e ela fez muito pela nossa indústria, pelas mulheres na nossa indústria e pela indústria de lutas em geral, mas foi difícil para Ronda. Ela se esforçou ao máximo e foi duro para ela. Adoraria que alguém viesse e tentasse, se acha que pode se sair bem, mas é difícil,” disse Seth.

competiu duas vezes no UFC, perdendo sua primeira luta por finalização no primeiro round e sua segunda luta por decisão unânime, resultado que posteriormente foi alterado devido a um teste de drogas.