WWE enfrenta processo judicial por uso de pirotecnia na WrestleMania 38

Marvin Jackson busca indenização após alegar perda de audição devido à pirotecnia

WWE enfrenta processo judicial por uso de pirotecnia na WrestleMania 38

A enfrenta uma ação judicial relacionada à pirotecnia usada na 38. Marvin Jackson processou a WWE, alegando ter perdido a audição do ouvido esquerdo devido a uma explosão pirotécnica durante o evento em Dallas​​.

O processo, inicialmente aberto em janeiro de 2023, busca mais de um milhão de dólares em indenizações, incluindo danos, custos e honorários advocatícios​​. Após ser inicialmente descartado, Jackson apelou, e uma nova audiência foi marcada para o início de 2024 pelo Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Norte do Texas​​.

A WWE defendeu-se alegando que os fãs concordaram com os termos e condições, incluindo a arbitragem sobre questões legais, ao comprar ingressos para a WrestleMania online. No entanto, o tribunal determinou que ambas as partes apresentassem materiais suplementares sobre arbitragem potencial, citando um precedente legal envolvendo uma linha de cruzeiros​​.

O processo de Jackson argumenta que o uso de pirotecnia interna pela WWE constitui uma “atividade perigosamente anormal”, responsabilizando-a diretamente pelos danos. Enfatiza o risco aumentado de danos aos convidados devido à proximidade, natureza interna e perigo inerente das pirotecnias.