WWE RAW (18/12/2023) – Cobertura e resultados!

Três disputas por título serão os grandes destaques da noite.

Na noite desta segunda-feira a USA Network transmitirá mais um episódio ao vivo do Monday Night RAW, direto da Wells Fargo Arena, em Des Moines, Iowa.

O evento principal do show contará com o Judgment Day defendendo o Undisputed WWE Tag Team Championship contra os Creed Brothers. Veja os demais tópicos destacados abaixo:

  • The Miz terá a sua última oportunidade de enfrentar Gunther, pelo WWE Intercontinental Championship;
  • Na divisão feminina, Chelsea Green e Piper Niven colocarão o WWE Women’s Tag Team Championship contra Kayden Carter e Katana Chance;
  • Seth Rollins responderá aos recentes desafios de Drew McIntyre;

Horários:

  • Brasil – 22h (Horário de Brasília)
  • Portugal – 00h (Horário de Lisboa)

Cobertura:

O RAW apresenta um cenário de Natal enquanto o Judgment Day aparece em cena. Os cinco membros do grupo dirigem-se ao ringue. Já no ringue, todos pegam um microfone. Damian Priest nos dá as boas-vindas ao show, exigindo que os fãs se levantem. Finn Bálor parabeniza os Creed Brothers pela oportunidade esta noite naquela que será a luta mais importante de suas vidas. Porém, para eles, será apenas mais um dia no escritório.

Rhea Ripley se dirige a Ivy Nile, ameaçando matá-la se ela a contrariar novamente. Ripley promete que sua facção dominará 2024 assim como fizeram em 2023. Dominik Mysterio tenta se dirigir aos fãs, mas eles o vaiam. R-Truth entra em cena, perguntando aos membros do Judgment Day por que o deixaram para trás. R-Truth acredita que a surra da semana passada foi uma iniciação, mas garante que foi doloroso.

R-Truth se volta para Priest, ressaltando que sabe que realmente não gosta dele. JD McDonagh o aconselha a deixar o ringue se não quiser apanhar novamente. R-Truth responde que todos no ringue querem bater em alguém. JD e R-Truth se encaram. Este último reconhece que ambos têm problemas, por isso sugere uma Street Fight Match. JD tenta fazê-lo entender que a luta já está oficializada, acrescentando que ele não faz parte do Judgment Day. R-Truth ressalta que o perdedor da luta sairá do The Judgment Day. Priest sorri, notando que acha que é uma ótima ideia. JD bate os punhos com seus parceiros antes de eles saírem do ringue.

Miracle on 34th Street Fight Match: JD McDonagh vs. R-Truth
– Truth cai sobre McDonagh, após ambos partirem uma mesa do lado de fora do ringue, conseguindo o pinfall.

Kayden Carter e Katana Chance enviam uma mensagem para Piper Niven e Chelsea Green, prometendo que seus reinados como campeãs terminam esta noite.

Nia Jax vai para o ringue. Com o microfone na mão, “The Irresistible Force” se prepara para falar, mas não consegue articular uma única palavra devido a uma interrupção de Becky Lynch. A irlandesa entra no ringue. Jax a abandona. Sorrindo, Lynch pede que ela volte para lhe dizer algumas palavras. Jax ressalta que iria anunciar sua participação na Women’s Royal Rumble Match. Lynch garante que ninguém se importa, acrescentando que o público quer ver briga. Jax sorri, informando que os fãs não querem vê-las brigar porque sabem que isso a machucaria e que seria ruim para os negócios da empresa.

Lynch garante que ela luta quando quer, ressaltando que Jax tem medo de lutar com ela. Lynch ressalta que ela ficará para a história como a maior, enquanto Jax será conhecida apenas como a mulher que quebrou o nariz da maior da história. Se elas se enfrentassem, ela perderia, e só seria conhecida como mais uma das mulheres que perdeu para a maior. E é isso que ela teme. Jax chama um árbitro, garantindo que ela está pronta para lutar. Porém, com tudo preparado, Jax informa que a luta acontecerá quando ela mandar. Jax avisa que elas se enfrentarão na casa dela, daqui duas semanas, no RAW Day 1. E quando ela a destruir, sua filha vai olhar para o rosto dela para perguntar por que ela está mais feia que o normal. Jax desce a rampa de entrada enquanto continua zombando de Lynch. Furiosa, ela sai do ringue e se joga em Jax. Vários seguranças aparecem para separá-las, momento que Jax aproveita para nocauteá-la.

Nos bastidores, Papai Noel (Kofi Kingston) entrega uma camiseta aos integrantes do DIY, mesmo eles tendo perdido a chance pelo Undisputed WWE Tag Team Championship. Tommaso Ciampa e Johnny Gargano garantem que mais cedo ou mais tarde conseguirão os títulos. Após esse encontro, eles abordam The Miz para parabenizá-lo pelo desempenho da semana passada, com Gargano deixando claro que seus problemas pessoais ficaram no passado. Jackie Redmond se aproxima de The Miz e pergunta se ele se sente pressionado para a luta pelo título esta noite. Miz garante que a pressão está sobre Gunther, que não quer lutar com ele novamente por medo de que ele continue a quebrar a The Imperium. Dito isto, ele promete que esta noite será WWE Intercontinental Champion pela nona vez.

WWE Intercontinental Championship Match: Gunther (c) vs. The Miz
– Gunther aplica um “Powerbomb” sobre Miz, seguido de pinfall.

Vemos um vídeo promocional estrelado pelos The Creed Brothers, que lembram que ainda estão invictos no RAW. Os irmãos destacam que foram campeões porque treinam como campeões. Agora, eles querem conquistar o Undisputed WWE Tag Team Championship. Esta noite, eles prometem que darão a Finn Bálor e Damian Priest a luta de suas vidas.

Nos bastidores, Giovanni Vinci e Ludwig Kaiser aplaudem Gunther. No entanto, o austríaco não acredita que tenha motivos para comemorar, já que teve um ano para esquecer. Por sua vez, ele ressalta que merece uma pausa, por isso ficará ausente por algumas semanas. Enquanto isso, ele espera que eles provem seu valor lutando. Gunther sai, momento em que Kofi Kingston aparece zombando de ambos, antes de sair.

Shinsuke Nakamura lê “O pesadelo americano antes do Natal”. O japonês promete que encerrará a história de Cody Rhodes. “Serei a última luta dele”, ressalta Nakamura antes de ser interrompido por Rhodes. Rhodes bate em Nakamura, levando-o para o meio do público. Os dois brigam enquanto vários seguranças tentam detê-los. Rhodes se livra deles antes de ir para o ringue. Rhodes ataca Nakamura com uma cotovelada. Vários seguranãs tentam levar Nakamura embora, mas Rhodes se lança sobre todos com um “Suicide Dive”. Rhodes leva Nakamura para o topo da mesa de comentaristas e se prepara para executar um “Cross Rhodes”, mas vários oficiais o impedem. Nakamura sorri ao sair. Rhodes fica irritado.

Nos encontramos no escritório de Adam Pearce, que pergunta a Akira Tozawa se ele realmente quer fazer “aquilo”. O japonês garante que sim e vai embora. Chegam Chelsea Green e Piper Niven. Green pede a Pearce para cancelar a luta desta noite. Pearce recusa e recomenda que elas vão ao ringue, já que a luta delas é a próxima. As campeãs vão embora enquanto Green garante que ela estragou suas férias. Bronson Reed é o próximo a aparecer. Reed afirma ter ouvido falar que Pearce tem planos de escolher o próximo desafiante ao WWE Intercontinental Championship. Pearce responde que sim, e Reed diz que, nesse caso, eles têm muito o que conversar.

WWE Women’s Tag Team Championship Match: Piper Niven e Chelsea Green (c) vs. Katana Chance e Kayden Carter
– Carter e Chance aplicam um “Post-Party” sobre Green, seguido de pinfall.

Nos bastidores, Maxxine Dupri agradece a Ivy Nile por tê-la recebido na semana passada. Nile observa que conversou com Adam Pearce sobre sua intenção de se tornar campeã feminina em 2024. Mas antes disso, ela deve apoiar seus companheiros de equipe esta noite na luta contra o Judgment Day. Nile sai e Akira Tozawa aparece, revelando que enfrentará Ivar esta noite. O viking aparece acompanhado de Valhalla e, após observar o japonês, parte para o ringue. Chad Gable aborda Tozawa para apontar que quando ele lhe disse para encontrar um grande desafio para o ano novo, ele não quis dizer algo tão grande. Tozawa agradece e segue para o ringue com sua dança característica.

Nos bastidores, Kayden Carter e Katana Chance são parabenizadas pelo elenco feminino. Kofi Kingston aparece para perguntar sobre seu desejo de Natal. Ambas apontam que já o cumpriram. Kayden e Katana partem junto com Candice LeRae e Indi Hartwell. Ficaram para trás Shayna Baszler, Zoey Stark, Natalya e Tegan Nox. Natalya ressalta que as novos campeões precisam de novos desafiantes. Shayna concorda.

Singles Match: Akira Tozawa vs. Ivar c/ Valhalla
– Ivar aplica um “Powerslam” sobre Tozawa, seguido de pinfall.

É mostrado um vídeo resumido do confronto estrelado por CM Punk e Seth Rollins no último episódio do Monday Night RAW. Depois disso, vemos Rollins sorridente andando nos bastidores enquanto se dirige ao ringue.

Seth Rollins aparece em cena. O público canta seu tema de entrada enquanto o ele ​​se dirige ao ringue. Seth dá as boas-vindas ao público do “Monday Night Rollins” e reconhece que, depois do confronto da semana passada, se sente mais motivado do que nunca para continuar sendo o melhor campeão do ramo. Rollins promete que 2024 será ainda melhor, e isso começará no RAW Day 1, quando ele enfrentará Drew McIntyre.

O escocês interrompe na rampa de entrada. Ao se dirigir ao ringue, Seth tira a jaqueta e os óculos escuros antes de colocar o título no solo. Rollins garante que não esqueceu a cabeçada que ele lhe deu há duas semanas. Drew pede que ele se acalme, pois ele não veio para brigar, mas para parabenizá-lo. Parabenize-o por enfrentar CM Punk e dizer-lhe a verdade. É isso que um verdadeiro líder de vestiário faz. Agora, eles estão na casa de Seth.

McIntyre destaca que, assim como ele, também teve a oportunidade de voltar para casa, para sua família. Drew explica como é difícil perseguir seus sonhos quando você está longe de casa. McIntyre revela que as coisas não estão indo bem. Sua mãe estava doente, mas sua família pediu que ele não voltasse para casa e continuasse perseguindo seu sonho. Drew espera que as coisas horríveis que ele fez tenham sido em vão, então o RAW Day 1 deve ser o seu momento e ele fará o que for preciso.

Rollins não sabe se deve acreditar nas palavras de Drew. Seth pergunta se ele realmente acha que pode vencê-lo. Rollins reconhece que McIntyre fez muitas coisas para conseguir isso, mas a única coisa que continua a impedir Drew McIntyre de ser campeão é ele próprio. “Eu não odeio você, Drew, tenho pena de você. Feliz Natal. Vejo você em algumas semanas”, acrescenta Seth antes de se preparar para deixar o ringue.

Drew ataca Seth, que interrompe a ofensiva do escocês. McIntyre é jogado para fora do ringue. Rollins se lança em um “Suicide Dive”. McIntyre interrompe o próximo ataque do campeão, pegando-o pelas pernas. Depois disso, ele se aproxima da escada de metal, na qual joga o campeão, Seth bate na escada. Um McIntyre sério observa o campeão antes de deixar o local.

Nos bastidores, Cody Rhodes se aproxima dos Creed Brothers, a quem parabeniza. Rhode pede que eles acabem com o Judgment Day em nome de todos.

Kofi Kingston vai até o ringue jogando presentes para a multidão. De repente, ele é atacado por Ludwig Kaiser e Giovanni Vinci. Os europeus levam Kofi para dentro do ringue, onde lançam um ataque dois contra um. Jey Uso aparece no ringue e joga Giovanni e Kaiser para fora antes de se lançar contra eles. Jey aponta para Ludwig, desafiando-o para uma luta aqui e agora.

Singles Match: Jey Uso vs. Ludwig Kaiser
– Jey aplica um “Uso Splash” sobre Kaiser, seguido de pinfall.

Nos bastidores, os integrantes do Judgment Day zombam de JD McDonagh. Rhea Ripley os repreende por sua atitude, ressaltando que a derrota de qualquer um deles expõe todo o grupo. Damian Priest ressalta que a estipulação era clara, então McDonagh deve deixar o grupo. Priest ri, apontando que ele está apenas brincando. McDonagh continua fazendo parte do grupo, o que tranquiliza o irlandês. Por sua vez, Rhea promete que enviará uma nova mensagem à divisão feminina, assim como Finn e Damian devem fazer esta noite.

Undisputed WWE Tag Team Championship Match: Judgment Day (Damian Priest e Finn Bálor) (c) vs. Creed Brothers (Julius e Brutus)
– Priest aplica um “South of Heaven” sobre Julius, seguido de pinfall.

Fim de show.

ABRIR COMENTÁRIOS